sábado, 21 de maio de 2011

5 dicas para acordar mais magra.

Olá, como estão? 
Ontem foi tudo normal, até na hora de ir para a faculdade, festinha... nossa, tomei vinho demais, mas não fiquei ruim não, viu!! Mas é bebida alcoólica, então, não deveria ter tomado mais de uma taça, mas hoje é um novo dia!! Estou me comportando bem.
Segue uma matéria bem legal da Meme, espero que gostem!!
Bjim
Quando o assunto é emagrecer, milagres não existem! Mas, podemos tomar pequenas atitudes hoje para termos um amanhã mais leve!
5 dicas para acordar mais magra.  Quando o assunto é emagrecer, milagres não existem! Mas, podemos tomar pequenas atitudes hoje para termos um amanhã mais leve! Quer acordar com a sensação de estar mais magra? Saiba como:  Durma bemAlém de melhorar a qualidade de vida e diminuir as olheiras, uma noite bem dormida ajuda a emagrecer. Dormir 8 horas por noite é o suficiente para o corpo entender que não precisa mais acumular energia (ou seja, calorias) e tirar qualquer estresse que possa dar vontade de atacar a geladeira! Maneire no jantarÀ noite o metabolismo é mais lento, por isso é importante prestar atenção ao que comemos antes de dormir. Prefira verduras, frutas e legumes e evite carnes, que demoram para fazer digestão, e carboidratos em excesso. Além disso, pegar leve no jantar faz com que acordemos com mais fome no café da manhã, a refeição mais importante do dia. Não ingira bebida alcoólicaDefinitivamente você não se sentirá mais leve se acordar de ressaca. Geralmente, quando ingerimos bebida alcoólica, ficamos mais inchada devido à retenção de líquido e aos gases.Evite o salSal em excesso faz o organismo reter líquido e, como consequência, ele incha. E atingir sensação de leveza é impossível quando nos sentimos inchadas. Por isso, substitua o sal por outros temperos, como coentro, louro, cebolinha, principalmente no seu período menstrual.  Tome suco (sem açúcar)Alguns sucos ajudam a desintoxicar e limpar o nosso organismo, além de terem baixo teor calórico e ajudarem na disgestão. Abacaxi, limão, mamão, laranja... Experimente colocar essas dicas em prática e fique linda!  =) Foto: ThinkStock

Quer acordar com a sensação de estar mais magra? Saiba como:  
Durma bemAlém de melhorar a qualidade de vida e diminuir as olheiras, uma noite bem dormida ajuda a emagrecer. Dormir 8 horas por noite é o suficiente para o corpo entender que não precisa mais acumular energia (ou seja, calorias) e tirar qualquer estresse que possa dar vontade de atacar a geladeira! 
Maneire no jantarÀ noite o metabolismo é mais lento, por isso é importante prestar atenção ao que comemos antes de dormir. Prefira verduras, frutas e legumes e evite carnes, que demoram para fazer digestão, e carboidratos em excesso. Além disso, pegar leve no jantar faz com que acordemos com mais fome no café da manhã, a refeição mais importante do dia.
 Não ingira bebida alcoólica
Definitivamente você não se sentirá mais leve se acordar de ressaca. Geralmente, quando ingerimos bebida alcoólica, ficamos mais inchada devido à retenção de líquido e aos gases.
Evite o salSal em excesso faz o organismo reter líquido e, como consequência, ele incha. E atingir sensação de leveza é impossível quando nos sentimos inchadas. Por isso, substitua o sal por outros temperos, como coentro, louro, cebolinha, principalmente no seu período menstrual. 
 Tome suco (sem açúcar)
Alguns sucos ajudam a desintoxicar e limpar o nosso organismo, além de terem baixo teor calórico e ajudarem na disgestão. Abacaxi, limão, mamão, laranja...
Experimente colocar essas dicas em prática e fique linda!  =)
 Foto: ThinkStock
Fonte: Meme do yahoo

quinta-feira, 19 de maio de 2011

E o frio chegou!!

Bom dia!!  Como vocês estão indo na RA ?
Confesso que deveria está melhor do que estou, mas como dizem, 'devagar e sempre'!
Não sei vocês, mas no frio fica mais difícil controlar a boca, não é? Temos que prestar muita atenção nessa época, pois o corpo pede comida, não podemos comer tudo que vemos pela frente... 
Achei essa matéria bem legal sobre esse assunto. Segue abaixo


Saiba como montar dietas para dias quentes e frios.  Aposte em cardápios com sopas e sucos para perder peso.
É possível seguir à risca a dieta e buscar por alimentos saudáveis em qualquer estação do ano. Cardápio leve e nutritivo é algo que deve ser perseguido sempre. Ao invés de procurar por fórmulas milagrosas e que prometem emagrecer em curto prazo, especialistas aconselham, inclusive, que as pessoas optem por uma dieta que vise uma melhor qualidade de vida e para o ano todo. Para isso, receitas e truques valiosos podem ajudar na busca pelo peso ideal. Veja algumas dicas e bom apetite!
 Delícias saudáveis para o frio
Grande desafio entre os adeptos da dieta é atravessar o inverno sem enfrentar com vergonha a balança depois do fim da estação. Para que nenhum esforço vencido ao longo do ano caia por água abaixo, basta consumir os alimentos prazerosos - e gordurosos - com moderação, além de evitar o sedentarismo.   
Fondues, queijos, vinhos e outras guloseimas típicas da estação desafiam os olhos e animam o apetite. O recomendado, segundo nutricionistas, é equilibrar. Se um dia se consumiu um desses alimentos, no outro é importante correr atrás do prejuízo e buscar por itens saudáveis.
 Uma gama de delícias leves auxilia você a curtir a estação mais fria do ano com prazer. As sopas, com uma seleção especial de legumes e verduras, são importantes para aquecer e nutrir. Procure, claro, ficar longe de receitas com creme de leite e queijos gordurosos.
 Para temperar sua sopa, lance mão de ervas naturais, como o manjericão e salsinha, ou missô - pasta fermentada de soja. A aveia é outra amiga na hora de preparar o caldo quentinho por engrossar a receita e ser rica em nutrientes e fibras - o que ajuda no fluxo intestinal. 

Outro fator que não deve ser deixado de lado é a hidratação. Apesar do corpo não pedir tanta água como no verão, é importante não descuidar do consumo de líquidos. Sucos de frutas orgânicas e água de coco também são bebidas que proporcionam boas doses de nutrientes ao organismo. 
Já as bebidas alcoólicas, como os vinhos, precisam ser evitados. Além de serem uma porta de entrada para os quilos indesejados, esses tipos de bebida ajudam a desidratar o corpo. Se mesmo assim você quiser descontrair e beber um pouquinho, opte por coquetéis com menos adição de álcool.
 Sabor no ritmo das altas temperaturas
Para desfilar de biquíni sem medo ou apostar em looks mais ousados típicos da estação, basta seguir firme se alimentando de ingredientes saudáveis e optar por modos de preparo mais "magros". 

Frutas, verduras, legumes e cereais podem e devem ser consumidos em abundância e, de preferência, crus. Saladas de frutas coloridas enriquecem o organismo e equilibram o corpo e podem ter a receita incrementada com cereais. 
No caso dos alimentos naturais, dica extra para o verão: para manter o bronzeado com saúde e sem ganhar peso, abuse de alimentos com cor alaranjada ou verde-escuro - como abóbora, cenoura, brócolis e espinafre. Estes itens são ricos em betacaroteno, que ajudam na formação de melanina, o pigmento presente na pele para proteção e promoção da cor bronzeada. 
Na hora de preparar os pratos, troque frituras por grelhados. Como no inverno, prefira queijos magros. O creme de leite também pode ser facilmente substituído por iogurte. Refrigerantes devem ser deixados de lado. Para beber, delicie-se com sucos - que hidratam e nutrem - e água. Alie o cardápio rico e leve com exercícios físicos. Aproveite a estação mais quente do ano e opte por atividades ao ar livre. 
Fonte:Dieta e Saúde

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Vencer a compulsão alimentar

 Uma droga. Um vício em forma de bolos, tortas, arroz e biscoitos. A comida é uma inimiga e a cozinha, o caminho mais curto para se chegar ao fundo do poço. O mal tem nome: transtorno de compulsão alimentar. Faz vítimas, sem escolher: homens e mulheres, jovens ou não.
O primeiro sinal do distúrbio, na maior parte das vezes, é visível no corpo. A silhueta fica cada vez mais redonda e a balança acusa um ganho de peso contínuo.
Na verdade, os estudos sobre o transtorno de compulsão alimentar periódica são recentes. Os primeiros datam de 1994. Desde então, pesquisadores já descobriram, por exemplo, que os assaltos aos frigoríficos e despensas ocorrem a partir do fim da tarde e seguem noite adentro.
Uma das hipóteses para a preferência de horário é que o compulsivo tem mais privacidade em casa do que em outros locais, como o trabalho. Longe dos olhares dos colegas e de amigos, não passa vergonha por causa do exagero.
O traço mais marcante dos comedores compulsivos é a ansiedade e a tendência à depressão. São pessoas com sentimento de culpa, remorso, vergonha e solidão. A comilança descontrolada é causada, na maior parte dos casos, por distúrbios emocionais, e não adianta recorrer a regimes radicais.
O período de abstinência dura pouco, e um alimento tentador ou uma situação que mexa com as emoções pode desencadear a compulsão novamente.
Desconhecer o que acontece é derrota quase certa na balança. Como não emagrece, cresce a ansiedade, que leva a novos ataques de comilança. As invasões aos frigoríficos e despensas nunca são em busca de vegetais.
São sempre por alimentos ricos em carboidratos, como doces, massas, ou gorduras, como chocolates. Uma das hipóteses é que a ingestão desses alimentos possa, eventualmente, reduzir a ansiedade e a depressão, proporcionando um conforto momentâneo.
A obesidade associada ao transtorno de compulsão alimentar periódica tem solução: a psicoterapia e o uso de medicamentos, em alguns casos. A psicoterapia indicada é do tipo cognitiva comportamental, em que a pessoa identifica o que causa a compulsão e aprende técnicas para controlá-la.
O tratamento funciona, principalmente para obesos não acomodados com o problema e convencidos de que vale a pena mudar.
Fonte: Ser Mulher

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Otimismo e entusiasmo para emagrecer




E ai, como estão?
Apesar da subta vontade de sair comendo tudo que tem pela frente, estou indo bem...  =]
Penso que me falta entusiasmo sabe, não vejo os resultados de forma rápida, isso desanima sim!! mas estou firme no propósito!! 
Segue uma matéria legal sobre entusiasmo na luta contra a balança.. texto bem legal.

Para se ter sucesso no processo de emagrecimento é necessário otimismo e entusiasmo. Pensando bem, um não vive sem o outro, pois que para nos entusiasmarmos por algo, se faz necessário ter uma atitude otimista, acreditar que vai dar certo. Mas será que só isso é suficiente?
O entusiasmo é a força de ação, que rompe a barreira do comodismo, da inércia. A força do começo, de impulso, certo? Os Arianos sabem disso...pois todo começo tem a força de Áries. Mas, só isso não basta para que este entusiasmo perdure no tempo. O entusiasmo é como o fogo, queima rápido, mas logo se apaga se não for mantido aceso. E aí está o ponto mais difícil. Como manter o fogo queimando? Como encontrar essa motivação. Daí sempre associarmos o fogo à paixão e não ao amor, pois só este perdura.
Trazendo este raciocínio para o tratamento da obesidade, está neste ponto o grande nó de todas as tentativas que as pessoas fazem para emagrecer. Todas as pessoas gordinhas já se entusiasmaram, fizeram muitas “dietas” e voltaram a engordar tudo de novo. Por que?
Porque não conseguem manter o otimismo e o entusiasmo por muito tempo. Não conseguem ultrapassar as barreiras que vão aparecendo no caminho. Todos sabem que é necessário ter muita “força de vontade” para se conseguir o que se quer e para emagrecer não é diferente. Mas eu lhes digo, mais difícil do que emagrecer é se manter magro, e é claro que todo mundo já percebeu isso.
Já pararam para pensar que fazer força é “forçar” uma situação e que isto significa tensão e que naturalmente, tendemos ao “relaxamento”, a procura de uma zona de conforto? E que só precisamos forçar uma situação quando não conseguimos de outro modo conseguir nosso objetivo? Assim, a força de vontade está a serviço do entusiasmo e das forças de começo (do Fogo), mas não de manutenção. A força de vontade funciona bem por algum tempo, mas não para todo o tempo, que é o que precisamos para nos mantermos “magros” para sempre.
Pois é, voltamos novamente ao ponto de como manter o fogo queimando? Como manter o foco sem se perder dele? E olha quão interessante é a linguagem, pois o fogo queimando é o que precisamos para manter nosso metabolismo “aceso” para queimar calorias e emagrecer. E mais do que isso, para manter nossa alma desperta, pois para emagrecer é necessário estar em dia com a vida, estar “vivo”, ter prazer em viver. Então é necessário muito fogo, muita vitalidade, muito movimento. Precisamos estar apaixonados por nós mesmos (ou por alguém!), mas esta paixão precisa se transformar em amor “eterno”, para que não mais nos descuidemos de nós.
Se precisamos de vida para emagrecer é porque quando engordamos demais, deixamos a vida para lá, nos aproximamos mais do não viver. Nos escondemos de nós mesmos e do mundo, por debaixo de quilos e quilos de gordura. E deixamos que o comer passe a ser quase que o único elo com o prazer de viver. Seguindo este raciocínio, a pergunta que se faz é: Como que tal pessoa vai prescindir de comer se a comida é o que a mantém “viva”? A resposta é recuperando o prazer em viver.
De acordo com a minha experiência de 31 anos como psicóloga e psicoterapeuta, no cuidado de obesos, emagrecer não é só uma questão de fechar a boca, de reeducação alimentar ou de queimar calorias fazendo exercícios. Costumo dizer que esse é o emagrecimento que se dá de fora para dentro, muito necessário, mas não suficiente. Mais do que sabermosa razão do porque engordamos, e a resposta é muito simples: porque ingerimos mais calorias do que conseguimos queimar, se coloca um questionamento, a meu ver fundamental, que seria para que comemos tanto a ponto de ficarmos doentes (obesidade é uma doença), do coração, do fígado, dos joelhos,etc... e de perdermos o contato conosco mesmos e com a vida!!!
Saber que finalidade a gordura cumpre junto a cada obeso é o desafio maior do processo de emagrecimento, que chamo de emagrecer de dentro para fora. Só quando nos aproximamos das verdades mais íntimas de nós mesmos, que escondem o medo de ser, que nos daremos permissão para voltar a ter prazer em viver. Quem tem medo de ser não se gosta e quem não se gosta não se vê, não se cuida. Emagrecer é saber de si, é se auto-conhecer por dentro e por fora, para saber o que “lhe cai bem”, seja na forma de alimentos, roupas ou de reações emocionais. Enfim, é conseguir dizer sim e não e escolher seu próprio destino, é ter “jogo de cintura” (voltar a ter cintura), sair da rigidez e se adaptar melhor às propostas da vida, percebendo que nem tudo é do jeito que a gente quer.
Assim, precisamos de entusiasmos para começar a emagrecer, mas de muito amor por nós e pela vida, para nos mantermos magros!
Suely Najjar Murdocco 

Fonte: Teias 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...