quinta-feira, 13 de março de 2014

Dicas para Não Sair da Dieta

Bom dia, gente.
Nossa! Como faço coisa errada, segundo essa matéria... Tenho que fazer mudanças já!!
Espero que gostem da matéria, eu adorei!
Bjs


Muitas vezes nossa rotina acaba fazendo com que fique difícil mantermos uma alimentação saudável e equilibrada, porém algumas mudanças fáceis e práticas podem nos ajudar e muito a controlar nossa alimentação e  entrar em forma!
Portanto, aqui vão algumas dicas para manter a dieta saudável e com baixas calorias:

Não faça nada diferente enquanto alimenta-se;
Assistir TV, ler jornal ou navegar na Internet fazem com que você não preste atenção no que está comendo, fazendo com que você coma uma quantidade maior de alimentos sem perceber.

Descanse os talheres entre as garfadas e mastigue devagar os alimentos;
Quando você mastiga devagar, você se satifaz mais rápido, além de  facilitar a digestão e absorção.

Use uma lista durante as compras e não faça compras em jejum ou com fome;
Procure distinguir a fome e o desejo;
Resista aos desejos – não inclua-os em sua lista de compras;
Com essa prática você evita o consumo de alimentos muito calóricos e prejudiciais a saúde, e ainda economiza no supermercado.

Compre alimentos que requerem preparo, dando preferência aos integrais;
Alimentos prontos para o consumo fazem com que você coma mais!

Mantenha alimentos saudáveis à vista e alimentos problemáticos fora da visão;
Tenha sempre frutas sobre as bancadas e iogurtes desnatados na geladeira.

Procure realizar uma atividade física nos horários de maior vontade de beliscar e de ansiedade;
Aumente a atividade no seu dia-a-dia, optando por fazer você mesmo algumas atividades domésticas como lavar o carro e arrumar a casa;
Assim você come menos e ainda queima várias calorias!

Concentre-se em seu comportamento e não no peso (não se pese com freqüência);
Quando pegar um alimento para comer perguntar se é fome ou não;
Evite os desejos, eles são os principais culpados do ganho de peso!

Converse com a família para que eles apoiem e auxiliem no seu tratamento;
Procure conhecer o valor calórico dos alimentos: Leia atentamente o rótulo;
Preste sempre muita atenção a quantidades das porções, determinado alimentos pode ter poucas calorias na tabela nutricional, mas sua porção pode também ser pequena, mas não olhe somente as calorias, as gorduras saturadas e trans são altamente prejudiciais a sua saúde!

Procure aumentar a quantidade de fibras na dieta (coma frutas com bagaço e verduras);
Quando der vontade de comer doces procurar comê-los com frutas;
Você pode acrescentar iogurtes ou granolas à fruta, mas lembrando que granola é um alimento bastante calórico e deve ser consumido com cuidado.

Faça um lanche saudável antes de festas, assim você se alimentará com moderação;
Evite sempre sair de casa com fome.

Tenha prazer com cada escolha, saboreie os alimentos devagar, não fique pensando na próxima porção que será servida;
Não faça da comida a principal atração da festa. Divirta-se! Desvie o seu foco da comida conhecendo pessoas novas, dançando e conversando;
Se sentir que comeu muito na festa, não inicie um jejum e nem fique se sentindo culpado, a alimentação saudável não se resume apenas a uma refeição, faça então, escolhas mais saudáveis durante as próximas refeições;
Procure um nutricionista, ele é o profissional que pode te ajudar a escolher os melhores alimentos, quantidades e horários para cada refeição!

Fonte:  A Nutricionista.Com - Fernanda Marino de Oliveira - CRN8 6502

terça-feira, 11 de março de 2014

Caso de sucesso na reeducação Alimentar!! Lucilia Diniz



Boa tarde, gente.
Espero que estejam todos muito bem, persistindo sempre no objetivo traçado, seja ele qual for.
Sempre que posso pesquiso casos de sucesso na RA, hoje fazendo isso lembrei da Lucilia Diniz, que todos já ouviram falar, então pesquisei sobre ela, que tem um site super legal, e encontrei esse depoimento que dá um up na nossa força de vontade.
Espero que gostem.
Bjos 
Meu pulo do gato!

Meu pulo do gato

Não havia falado no meu novo site sobre as grandes mudanças que decidi para minha vida. O chamado pulo do gato, onde um dia você tem que tomar a decisão radical de que é preciso mudar para sobreviver.

Eu dizia que era feliz. Mas uma pessoa que, por excesso de peso, não podia se sentar no chão para brincar com seus filhos, não poderia ser feliz de verdade. Aos meus 38 anos, eu tinha 120 kg e uma enorme frustação por não poder corresponder às expectativas de uma família tradicional onde ser mulher significava ser uma dona de casa prendada, sem espaço para viver meus próprios sonhos. Isso piorava tudo. Ser a gordinha da família era motivo de bullying generalizado, e em vez de receber suporte para superar minhas dificuldades, o que eu ganhava eram críticas. Isso não ajuda ninguém, mas pode ser um estímulo para enxergar o que realmente queremos para nossas vidas.

Entre tantas frustrações, o corpo era o maior deles, literalmente, e percebi que conseguir ter o controle sobre ele era a grande oportunidade de abrir as portas para grandes mudanças em minha vida. Autoestima é uma válvula de escape impressionante, ao reconquistá-la, me senti mais forte para enfrentar qualquer obstáculo. E foi exatamente isso que aconteceu.

Médicos, nutricionistas, SPAs…foram muitos até eu perceber que emagrecer não era somente uma questão de saúde, mas também de atitude. Foi nesse momento que o pulo do gato aconteceu. Me olhei no espelho e percebi que poderia ser muito mais do que estava refletido ali, e para isso precisei de muita determinação. É ela que me move até hoje.

Tentei vários regimes mas nada parecia funcionar completamente. Baseado nisso, fui listando tudo o que funcionava em cada um deles, combinando resultados positivos e criei meu próprio método. Um processo que é a mistura de mudanças alimentares e exercícios físicos. Descobri que tudo era mais fácil do que eu pensava.

Reeducação Alimentar
Não acredito em dietas “milagrosas”, e sim, em reeducação alimentar. Ter consciência do que se come e para que se come. Uma vez que se aprende isso o problema se resolve. De nada vale começar algo que você sabe que não levará adiante. Buscar receitas e informações sobre alimentação e vida saudável é fundamental para que tudo não caia na rotina. Afinal, emagrecer é relativamente fácil. O difícil é manter.

Depois de dois anos e meio eu estava com 60 quilos a menos, cheia de energia e alegria, querendo viver de forma plena. Foi surpreendente descobrir como o peso me limitava. Foi uma sensação de liberdade!

Não é fácil dar o primeiro passo. Mas se for feito com reflexão, determinação e informação, certamente o caminho de superação será mais tranquilo, realista e estimulante.

Fonte: Lucilia Dniz, site http://luciliadiniz.com/

segunda-feira, 10 de março de 2014

Reeducação alimentar.

Bom dia gente!
segue uma reportagem bem interessante sobre reeducação alimentar, espero que gostem.
Bjos





Benefícios da reeducação alimentar.

Além de ajudar na perda de peso, a reeducação alimentar é superimportante para a saúde de qualquer indivíduo

Reportagem: Camila Saipp

reeducação alimentar

Emagrecer com saúde não é uma tarefa nada fácil. Dietas malucas e passar horas sem se alimentar podem até reduzir as medidas rapidamente, mas com certeza trarão alguma consequência futura. Para evitar qualquer problema, nutricionistas e profissionais da saúde desenvolveram a reeducação alimentar, que visa o equilíbrio orgânico, o peso ideal e saudável e a saúde plena do indivíduo.

De acordo com a nutricionista Brunna Mendonça, do Dietas Delivery, ter uma alimentação equilibrada, balanceada e variada é importante para conseguir nutrir as nossas células adequadamente. “Pessoas que não consomem frutas, verduras e legumes podem ter um desequilíbrio no organismo por deficiência desses nutrientes e o resultado podem ser algumas alterações como: cansaço, acne, sintomas da TPM, compulsão alimentar, ansiedade, irritação, intestino preso, hiperatividade, depressão, falta de energia, dificuldade em perder peso e, futuramente, doenças crônicas”, afirma a especialista.

Por isso, uma regra importantíssima desse método é a variedade de alimentos consumidos ao longo do dia, já que cada um conta com vitaminas e minerais diferentes. “Além da alimentação saudável, adquirir hábitos como mastigação adequada, fracionamento, boa noite de sono, ingestão de água e exercícios físicos são fatores importantíssimos para a saúde e o emagrecimento sadio”, indica Brunna.

Em quatro dias de dieta já é possível notar algumas melhoras, como mais disposição e energia para realizar atividades diárias, diminuição da ansiedade e da compulsão alimentar, sensação de bem estar e emagrecimento. “A perda de peso depende de cada pessoa, do metabolismo de cada uma, das atividades diárias, se faz ou não exercícios físicos, entre outros fatores, mas a média de emagrecimento é de 1 kg por dia”, finaliza a nutricionista.

Fonte: Corpo a Corpo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...